Voltar

Plateau D’or: tendência mundial, novas centralidades ganham força em Goiânia

4 de junho de 2019 - Notícias

Mais do que reduzir tempo no trânsito e otimizar a rotina, explorar as regiões metropolitanas das cidades contribui para a saúde pública. Pelo mundo, muitas cidades estão experimentando o fenômeno da criação de diversas centralidades.

A área da antiga Fazenda Gameleira, na saída da GO-020, receberá o Plateau D’or, projeto de condomínio horizontal que será implementado pelo Grupo Toctao, em parceria com a inglesa Broadway Malyan. As obras do empreendimento, que será lançado ainda neste primeiro semestre, já foram iniciadas e irão durar cerca de três anos.
Além do condomínio ancorado nos princípios de walkability e placemaking, na área será implementada uma nova centralidade – um polo de negócios, lazer, educação e bem-estar, contando com serviços essenciais, a fim de diminuir distâncias e proporcionar mais qualidade de vida para os moradores da região. O masterplan prevê espaços para instalação de lojas comerciais, escritórios, restaurantes, farmácias, prestação de serviços na área de beleza e saúde, como centros médicos e academia, além da implantação de duas escolas, de nível fundamental e médio de alto padrão de ensino, e um heliponto.
“Nossa proposta é a realização do desenvolvimento urbano de toda a região, que já conta com muitos condomínios horizontais e um grande contingente de moradores. Porém, às vezes as pessoas precisam se deslocar por longas distâncias para levar os filhos à escola ou até mesmo para realizar compras. As melhores escolas se situam em bairros mais centrais da capital, o que às vezes obriga os pais a abandonar o conforto da moradia escolhida para buscar uma residência mais próxima dos estudos dos filhos e do local de trabalho. A centralidade se propõe a solucionar essas dificuldades”, comentou o diretor do Grupo Toctao, Alan de Alvarenga Menezes.
Também diretor do Grupo Toctao, o engenheiro Maurício Menezes explica que, após a aquisição da área, foram dez anos dedicados a estudos e planejamento. “Não tivemos pressa. O nosso objetivo foi realmente alcançar um resultado à altura das transformações urbanas que nossa cidade merece”, diz. “Todo o projeto está ancorado nos princípios de walkability e placemaking”, que estimulam a mobilidade do pedestre e o sentimento de pertencimento a um lugar, com objetivo de criar um cenário onde se possa viver em comunidade. “Essa é a grande tendência de ocupação nas cidades do mundo” salientou.
A sustentabilidade é outra orientação do projeto do Grupo Toctao, possuindo inclusive a certificação ambiental ISO 14001. “Ainda mais nesta área tão singular, cercada por duas grandes matas”, assegurou Maurício. O projeto prevê interferências mínimas no ambiente natural.